ARTIGOS

Diálogo: A ponte para um bom relacionamento




Autor: Isadora Andriola
Data: 15/04/2016

Você escuta ou ouve o outro? Para você existe diferença entre escutar e ouvir o 
outro? Quando ouvimos percebemos o som, a palavra, através do sentido da audição, 
por outro lado, quando escutamos, estamos conscientes do que ouvimos, ou seja 
ficamos atentos para ouvir. Talvez isso pareça confuso, mas em um relacionamento, 
seja ele na família, no namoro, no casamento, nas amizades, no trabalho, enfim, com 
o outro, é necessário entender bem a diferença.


Todos nós temos a necessidade de sermos escutados, de ganharmos a atenção 
daquele que nos ouve, buscamos relacionamentos verdadeiros, porque não queremos 
"falar com as paredes", não é mesmo? Por isso é tão importante estar atento em uma 
conversa, perceber o que a outra pessoa está falando, absorver suas palavras para 
conhecê-la melhor e entendê-la, assim ganharemos sua confiança e sua amizade.

Com a tecnologia, vieram as redes sociais, essas aproximam quem está distante, 
porém pode distanciar aqueles que estão ao nosso lado, e assim acabamos perdendo 
o outro, não o conhecemos mais, não o entendemos, e diante disso o diálogo torna-se 
ainda mais necessário. Imagine um relacionamento entre pai e filho, por exemplo, 
caso eles não conversem mais, apenas troquem farpas entre si, não se olhem mais 
nos olhos, e não busquem entender o que se passa em suas vidas, esse filho pode 
estar sentindo falta da amizade paterna e busque suprir tal carência com as drogas.


A ausência de uma boa comunicação, de uma escuta sincera, pode ser a causa de 
muitas famílias desestruturadas, de casamentos dilacerados pelo adultério, de 
amizades esgotadas por desentendimentos, de desempregos, enfim precisamos 
conversar, captar o sentido daquilo que o outro diz, para não acabarmos com os 
nossos relacionamentos.


Uma boa conversa, com escuta atenta, evita uma enxurrada de desentendimentos, de 
interpretações distorcidas, de conclusões precipitadas, e assim não geramos aqueles 
"ruídos interiores", palavras mal ditas, que tanto machucam a nossa alma.


Deus é um Rei muito bondoso, porque mesmo com um mundo cheio de coisas para 
resolver, literalmente, Ele sempre está atento e disponível para nos escutar, não 
importa a situação ou problema. Aprendamos com o Senhor dos senhores, não 
sejamos egoístas, mas sim entregues e doados ao outro.

 
Deus abençoe!

Confira outros artigos de Isadora Andriola

Perdoar é Amar!

Você já se decepcionou? Com certeza, não é mesmo? A nossa personalidade é diferente da dos outros, e é isso que tornam os relacionamentos tão belos e únicos, mas também é por causa dessa diferença que existem os desentendi...

Saiba mais informações

CONFIRA AQUI TODOS OS ARTIGOS

INÍCIO
LITURGIA DIÁRIA
HISTÓRIA
FOTOS
COLUNISTAS
VÍDEOS
NOTÍCIAS DA IGREJA
FALE CONOSCO